Você ainda o ama? Ou só está acostumada?

"Pro dia nascer feliz..." Good morning, amores!

Para a semana começar bem, com o pé direito e com ar de decisões e autoconhecimento, eu trouxe uma matéria interessantíssima, completíssima, resultado de muito estudo, muita leitura, e vivência, experiências minhas e das melhores amigas compartilhadas.

Tá namorando? E como está o namoro? Você tá feliz? Você ama ele de verdade? Caiu na rotina?

Como é se sentir apaixonada? 
Segundo o Aurélio é um sentimento muito forte como amor e ódio, um movimento impetuoso da alma, atração! Segundo o meu conhecimento é o que faz as mãos tremerem, dá um frio a barriga quando o "objeto de paixão" se aproxima, faz os lábios se abrirem ao mínimo sinal de uma lembrança juntos, a respiração fica ofegante com a proximidade, os olhos brilham, a cabeça da uma inclinadinha para o lado, o travesseiro tem o cheiro dele, e as noites tem horas a mais para você ficar sonhando e idealizando uma vida inteirinha juntos... Ah, a paixão!
E o que é amor?
Segundo o intelecto Platão amor é a busca pela beleza, uma busca inicialmente carnal, mas não é pelo corpo, ele é apenas o começo, é uma beleza universalizada, uma beleza interior como chamamos hoje. Já o famoso Aurélio julga o amor como um sentimento que impele pessoas para o belo, digno, é benevolência, carinho, simpatia, veneração... Uma imensidade de adjetivos.
Segundo minha humilde vivência, amar é cuidar, é respeitar, é desejar sim, mas mais que isso desejar a felicidade do outro, amar é viver por um propósito de fazer o bem. Quando se ama um sorriso te faz feliz, e uma lágrima da pessoa amada te comove e te faz mover céus e terras. Amor é confiança, uma espécie de confiança cega. Amar é estar, é SER satisfeito! Fidelidade! 


Tá... Já entendemos o que é amor e o que é paixão. Agora é hora de saber se ainda existe um deles no seu relacionamento. 
Quero fazer diferente... 
Pegue um papel, uma caneta, e feche os olhos por um minuto e pense nos últimos dias ao lado do seu digníssimo... 
...
Pensou? Agora vou pontuar alguns pontos.
Você vai responder com sim (quando a afirmação se parecer com o que você vive) ou não (quando for algo diferente da sua realidade). E depois vamos analisar!


1. Nós somos amigos, somos muito amigos. E às vezes eu sinto como se fossemos APENAS amigos.
2. Tenho preguiça de inciar uma conversa. Podemos ficar horas em silêncio, não temos muito em comum para dialogar.
3. Só saímos com outras pessoas, ou quando saímos os dois é algo automático, sem muito entusiasmo.
4. Antes eu me esforçava para fazer coisas românticas, tirava tempo na correria do dia para mandar uma mensagem de "boa tarde" "te amo" "quero te ver", todas as datas especiais eram motivos para champanhe e restaurante chinês... Bem, agora, o dia está corrido demais, não dá pra ficar mandando mensagem, datas comemorativas tem todo ano, nesse ano não deu, no próximo eu penso em alguma coisa pra fazer.
5. Estou cansada, meio desanimada, já tem dias que não sinto aquele calor incessante para fazermos amor. É que na verdade, parece que antes era mais gostoso, sabe. Mais quente, mais de tirar o fôlego.
6. Quer saber? Não fico mais que nem uma menina boba quando não dá para nos vermos. Pelo contrário, eu gosto. Um tempo só meu! Ficar sozinha, ler, ouvir música, sair com as amigas, assistir TV, dormir... Qualquer coisa anda mais interessante do que sair e ficar com a cabeça a mil tentando achar o assunto certo para conversar!
7. Ele deixou toalha molhada na casa, esqueceu de baixar a tampa do vaso, atrasou 4 QUATRO minutos, ele tem TOC, e tudo isso que é banal se torna a briga do século! Todo dia tem briga, os momentos de felicidade e diversão dá pra contar nos dedos.
8. O que quer comer? Tanto faz. Está melhor assim, ou eu ponho um vestido? Tanto faz. Você prefere com barba ou sem? Ah, tanto faz. Quer sair hoje, ou vamos assistir um filme em casa? Tanto faz. 
9. Penso mais de uma vez por semana em terminar, mas "e se eu não encontrar ninguém?", e "se ele encontrar alguém primeiro?", "eu gosto tanto dos pais dele"...

Vamos contar quantos "SIM" deram? Você foi sincera né?! Por que se não for não vai valer.
Se deu de 0-3 "sim", vocês podem estar caindo na rotina, fica ligada!
Se deu 4 "sim", repense, você pode não gostar tanto quanto imagina!
Se você tiver 50%+1 (ou seja, 5) "sim", cuidado! Segundo especialistas a probabilidade aqui é muito grande de ser apenas comodismo!

|E então... Qual foi o resultado? Ainda está em dúvida? No meio do caminho? Aí vai a pergunta de ouro então:

"No outro dia, eu estava no Facebook vendo algumas fotos de amigas e seus namorados, não senti inveja, não quero o namorado delas, mas fiquei pensando, será que eles são felizes desse tanto mesmo? Não pode ser verdade, eles devem ter problemas... Aí eu postei uma foto minha e do "bem", pus uma legenda bem romântica e tive mil likes, as pessoas precisam pelo menos pensar que somos felizes né?!
Aí eu fui tomar meu banho, e comecei a pensar: quando eu era solteira tinha tanta diversão, tinha tantos amigos, era tão mais feliz. Aí lembrei do meu ex, será que eu seria mais feliz com ele? Acho que sim... Mas passado é passado. Então lembrei do "Carlinhos", ele é tão divertido, além de que é super bem sucedido né... Sempre achei ele um gato, mas e se a gente namorasse?
Terminei meu banho e fui dormir. Antes de dormir lembrei do "Bruninho", acho que ele seria um namorado e tanto sabia?! Ele é carinhoso, atencioso, e a gente gosta de muita coisa parecida..."


Sim? Isso lembra alguma passagem sua? Algum dia aconteceu isso com você?
Tem uma escritora que analisou todos esses comportamentos para escrever seu livro "Pergunte a uma mulher", Luiza Costa Gonçalves, e ela disse o seguinte: "Olhar é uma coisa, ter vontade de trocar pelo seu parceiro é outra. Se você começa a ter vontade de trocar de companhia e não quer apenas um colírio para descontrair o dia, é hora de pensar em ter uma conversa séria com ele e terminar o namoro!".

Quem disse foi ela, uma especialista! Eu só estou repetindo... Mas na minha opinião? Se você começou a ler essa matéria já é hora de pensar se ainda vale a pena.
Por que quando a gente ama, a gente simplesmente sabe que ama!
Vale a pena menina? Te faz feliz? Se sim, que bom, é um ótimo começo. 
E pra ele? Faz bem pra ele? Vale a pena ele investir em você? Se não, toma cuidado, não faça a outra pessoa o que machucaria seu coração!

Seja forte! Seja decidida! Be happy, baby!

0 comentários:

Postar um comentário

 
Etiqueta Rosa © 2012 | Designed by Rumah Dijual, in collaboration with Buy Dofollow Links! =) , Lastminutes and Ambien Side Effects